Av. Sete de Setembro, 5388 - 1º Andar - Batel - Curitiba/PR

41 99671-2050 / 41 3242-9283

Placa de Alívio Oclusal – Tratamento de ATM

As placas de alívio oclusal são dispositivos intra orais removíveis, geralmente confeccionados em resina acrílica e indicadas para alívio da dor causada pela contração excessiva da mandíbula (bruxismo), proteção de prótese de porcelana e restaurações.

A utilização das placas oclusais realiza um relaxamento na musculatura mastigatória através de uma desprogramação da memória proprioceptiva.

Prótese Parcial Removível

Hoje na odontologia os holofotes estão direcionados para os implantes e para as próteses fixas. Entretanto, a Prótese Parcial Removível permanece ocupando um importante espaço nas reabilitações orais e merecem especial atenção. Devido a sua indicação bastante ampla, podemos solucionar problemas de ausência de dentes, mesmo que com algumas limitações. Existem diversas ocasiões nas quais os implantes e próteses dentárias fixas não resolvem os problemas, ou resolvem de maneira extremamente complexa e demorada, Portanto, a PPR pode servir como excelente alternativa para alguns casos, de forma prática e rápida.

Prótese Sobre Implantes

Originalmente, as próteses foram desenvolvidas com a função de produzir conforto, com o tempo e a ascensão de novas tecnologias, as próteses totais fixas, também conhecidas como próteses protocolo ou protocolo sobre implante foram se tornando opção de tratamento e estética. Os pacientes inválidos orais (ausência total de dentes) obtiveram uma solução eficiente com os implantes dentários fixos que é a função mastigatória de volta. Com o sistema comum de dentadura. o paciente tem somente cerca de 20% de sua capacidade de mastigação; já com o protocolo fixo sobre implantes esse percentual sobe para 85%.

Um planejamento e um bom diagnóstico, focados no desejo do paciente, são fundamentais para a estabilidade da prótese além da sua eficiência e retorno desejado.

O implante de Protocolo Fixo é prótese instalada sobre pinos de implantes de todos os dentes que proporcionam uma reabilitação bucal nas funções: estética, fonética e mastigatória.

A idade mínima do paciente candidato ao tratamento com implantes é em média acima de 18 anos e que já concluiu a fase de crescimento óssea.

Para pacientes desdentados totais, que usam “dentaduras”, as quais trazem limitações estéticas e funcionais, ou com condições bucais desfavoráveis, como falta de muitos dentes, dentes amolecidos e desarmonia dental, o protocolo sobre implantes é uma solução excelente, rápida e estética.

Em poucos dias o paciente realiza geralmente os implantes e instala a prótese fixa em substituição a prótese total (dentadura) ou parcial, tendo a sua mastigação, estética e autoestima restabelecidas.

Já a prótese unitária consiste na colocação de um único dente artificial, visando restabelecer o sistema mastigatório, a estética e evitar problemas com desequilíbrios nos músculos e articulações de mandíbula.

A prótese é fabricada com coroa metaloceramica, metalfree ou provisório em resina (quando é carga imediata onde no mesmo ato se coloca o implante e o provisório de resina), deixando um resultado natural.

O procedimento de colocação da prótese é feito sob anestesia, sendo indolor para o paciente.

Prótese Total

Apesar da evolução da ciência odontológica, ainda hoje é notável a existência de uma significativa parcela de pacientes que perderam todos os dentes. O uso das próteses totais ou dentaduras é uma realidade na rotina do consultório que, apesar de erroneamente ser classificada como um trabalho simples, exige do profissional seus melhores esforços.

Além da perda total dos dentes, a prótese total é indicada para pacientes que têm seus dentes irreversivelmente amolecidos por doenças periodontais e que não desejam ou não podem, por limitações ósseas, submeterem-se a colocação de implantes.

Propicia o restabelecimento da função mastigatória e fonética.

Do ponto de vista estético, contribui sensivelmente para a harmonização e o rejuvenescimento dos lábios e tonifica a musculatura.

Os incrementos funcionais estéticos obtidos com a prótese total aumentam a auto estima do paciente, contribuindo, assim, para a melhora de sua saúde física e psicológica.